10 de janeiro de 2013

Teatro

Ricardo Pais apresenta “ Sombras ”no São João no Porto


As exibições finais de “Sombras - a nossa tristeza é uma imensa alegria”, em Portugal, do espectáculo de Ricardo Pais, marcam o regresso do encenador ao Teatro Nacional de São João e estarão em cena a 10 a 12 de Janeiro.

Ricardo Pais, antes de partir para a Rússia onde vai apresentar “Sombras- a nossa tristeza é uma imensa alegria” no Festival de Teatro Tchékov, prepara-se para levar este espectáculo a palco pela última vez em Portugal.

O espectáculo, que marca o regresso do encenador ao Teatro Nacional de São João , onde foi director durante mais de dez anos, fala de mitos, fantasmas e outras sombras que povoam a cultura portuguesa.
“Sombras” é um dos espectáculos mais complexos vindos de Ricardo Pais, e da dramaturgia portuguesa, cruzando fala, canto, dança e vídeo.
Na interpretação estão os fadistas José Manuel Barreto e Raquel Tavares, os actores Emília Silvestre, Pedro Almendra e Pedro Frias.
O espectáculo tem música e direcção musical de Mário Laginha, coreografias de Paulo Ribeiro e vídeos de Fabio Iaquone, com uma participação especial em vídeo de Albano Jerónimo, António Durães e João Reis.
“Sombras” já conheceu o êxito junto do público com lotações sempre esgotadas, tendo sido visto por mais de 15 mil pessoas em Portugal, Brasil e França.
Depois da passagem pelo Porto, a próxima paragem de “Sombras” é o Festival Internacional de Teatro Tchékhov, na Rússia.

O espectáculo de Ricardo Pais será a primeira obra portuguesa a ser apresentada naquele que é considerado um dos mais importantes festivais de teatro do mundo, apresentando-se ao lado de criações com assinatura de nomes maiores das artes de palco, como são os coreógrafos William Forsythe, Bill T. Jones, Matthew Bourne e Joseph Nadj e os encenadores Robert Lepage e Emmanuel Demarcy-Mota. No decorrer do ano 2013, está agendada nova digressão ao Brasil, à cidade Rio de Janeiro, no âmbito das comemorações de “O Ano de Portugal no Brasil” (nota de imprensa).

Nenhum comentário:

Postar um comentário