24 de janeiro de 2013

Livros

“ Todas as Palavras de Amor ” de Ana Casaca



Trago-te junto a mim, como se traz um grande amor, daqueles que não partem nunca, mesmo que outros tantos amores cheguem depois
Ana Casaca conta a história de Alice, uma mulher perdida no seu próprio mundo, que escreve a primeira de muitas cartas a um grande amor.
Nelas coloca toda a paixão que sente por um homem que conheceu, breve mas intensamente, e por quem julga estar apaixonada. Não imagina que, na morada para onde envia as cartas, vive António, um homem que nunca viu.
António recebe a primeira carta e as palavras daquela mulher que também não conhece, confrontam-no, pela primeira vez na vida, com aquilo de que sempre fugira, com a sua torturada falta de vocação, com a falta de coragem para trocar o certo pelo incerto.
Alice é uma mulher divorciada que deixou tudo para trás, à procura do seu próprio rumo.
António é um padre que, fechado nos limites da sua escolha, nunca ousou trilhar o caminho do amor” lê-se na sinopse enviada.
“Todas as Palavras de Amor” é um romance que começa com a surpresa de um engano.
Talvez com a sua leitura consigamos entender que afinal um engano pode solucionar uma Vida.
Ana Casaca tem 37 anos e é natural de Lisboa. Licenciada em Direito, sempre soube que era na escrita que residia a sua verdadeira vocação.

Troca as leis pelas letras e, em 2002, inicia-se no guionismo pela mão de Manuel Arouca, que a convida a integrar a equipa de escrita da telenovela "Filha do Mar" (TVI, 2002).
É também em 2002 que edita o livro “A Vontade de Regresso”, título que deu também nome ao seu blogue.
Participou na escrita de "Baía das Mulheres" (TVI, 2005), "Tu e Eu" (TVI, 2007), "Podia Acabar o Mundo" (SIC, 2008) e no arranque de "Rosa Fogo" (SIC, 2011), e adaptou, com Tomás Múrias, o guião para a série "O Regresso a Sizalinda" (RTP, 2006).

Nenhum comentário:

Postar um comentário