4 de janeiro de 2013

Cultura

“ Entroikado ” é a “Palavra do Ano” 2012


Num iniciativa da Porto Editora foi eleita a “Palavra do Ano” 2012.
“Entroikado” foi a escolha dos portugueses, certamente influenciados pela situação social e económica criada e imposta por essa entidade que dá pelo nome de “Troika”.
O resultado foi anunciado na Biblioteca Municipal José Saramago em Loures, numa votação clara pois “entroikado” com 32% distanciou-se, largamente dos outros vocábulos, “desemprego” e “solidariedade”, com 14% e 12% respectivamente.
Independentemente das motivações socioeconómicas que terão dado origem à escolha, a criação de mais um neologismo revela a criatividade e a produtividade da língua portuguesa por demais ameaçada por acordos de gabinete.
Com um elemento à esquerda e outro à direita da palavra “troika”, e eis um novo vocábulo.
A equipa de linguistas do Departamento de Dicionários da Porto Editora, responsável pela selecção das palavras candidatas, continuará a acompanhar de perto a vida evolutiva desta nova palavra no quotidiano dos portugueses, pode ler-se na nota de imprensa.
E segue a informação linguística sobre
entroikado
adjectivo
1 obrigado a viver sob as condições impostas pela troika (equipe constituída por responsáveis da Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional e que negociou as condições de resgate financeiro em Portugal);

2 coloquial que está numa situação difícil; tramado, lixado;
(Particípio passado de entroikar)
entroikado In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013. [Consult. 2013-01-03]. os seus diferentes sentidos representam no nosso quotidiano.
E perante isto a questão é saber como nos vamos "desentroikar"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário