25 de janeiro de 2013

Concertos

Ana Moura e Ângelo Freire encantaram Coliseu



Foi com o tema "Quando o Sol espreitar de novo", escrito por Manuel Cruz [Ornatos Violeta] e apenas com o seu nome escrito no pano de cena em baixo que Ana Moura iniciou o concerto. Passado pouco mais de um minuto, subiu o pano e foi possivel ver a fadista. De seguida interpretou "Havemos de acordar" e "Amor afoito".
"Obrigada por terem vindo e enchido esta sala", afirmou a fadista ao cumprimentar o público. A sala estava composta, mas longe de estar cheia.
Sobre os concertos que irá ter no Coliseu referiu "a noite vai basear-se no meu novo trabalho, "Desfado". Para aqueles que a crticaram pelo nome escolhido para o álbum, respondeu "eu vejo certas características nos fadistas em que me revejo". Para que não ficasse qualquer dúvida Ana Moura afirmou "vejo-me como fadista".
Para este álbum a fadista convidou grandes nomes do panorama musical português para escreverem e ou musicarem um tema.
No tema "A minha estrela", escrito por Hermano Sobral (bisavô de Luisa Sobral) e com arranjos musicais de Luisa Sobral, Ana Moura revelou que "tem muito a ver comigo".
O primeiro momento alto surgiu após a interpretação do "Caso arrumado", em que o Coliseu aplaudiu energicamente a fadista e os brilhantes músicos que a acompanhavam, André Moreira, Pedro Soares e Ângelo Freire.
Com "O espelho de Alice", a fadista referiu "este tema é inteiramente o meu disco". A proposta que fez ao autor da letra, Nuno Miguel Guedes, é que "tivesse como tema literário sonho e loucura". "Queria partilhar sonhos com outros musicos e a loucura de arriscar. Alice no país das maravilhas é sonho e loucura", justificou Ana Moura. Quanto à loucura, referiu que "reflecte o que senti ao arriscar tanto com este disco".
O segundo ponto alto da noite foi a interpretação de "Se acaso um anjo viesse" ou Fado Macau, com letra de Aldina Duarte e, "Porque teimas nesta dor" ou Fado Magala de José Luis Gordo, com o público a responder com um fortíssimo aplauso.
Ana Moura convidou um músico que já a acompanhou em tempos e que nesta noite lhe prestou homenagem, José Elmiro Nunes.
Acompanhada apenas à viola por "este grande músico" interpretou "venho falar dos meus medos" ou Fado Acácio. Foi notória uma grande cumplicidade, e o resultado final foi brilhante.

Novamente com os cinco musicos em palco interpretou um dos seus hits do álbum "Para além da saudade", "Buzios".
Para este tema pediu ao público que a acompanhasse no refrão.
Como seria de esperar, o público sem se atrapalhar acompanhou-a muito mais que o simples refrão.

Na tradicional guitarrada, deu lugar a "os músicos prepararam-vos uma peça".
E ao longo de onze minutos os cinco encheram o Coliseu de belíssimas melodias, mostrando a sua elevada qualidade. Destaque especial para Ângelo Freire na Guitarra Portuguesa.

"A case of you" de Joni Mitchell, foi o único tema que no "Desfados" a artista canta noutra lingua que não a portuguesa.
Já a terminar a fadista interpretou "Fado Alado" escrito por Pedro Abrunhosa. Mais uma vez se pode provar que se trata de um magnifico compositor. Ana Moura saiu do palco e veio para a plateia enquanto cantava, cumprimentando os amigos que a vieram ouvir.
Já depois do encore decidiu dedicar o "Loucura", mais conhecido por "Sou do fado" a um dos "monstros do fado", Beatriz da Conceição que estava sentada na primeira fila.
"Bailinho à portuguesa", "Leva-me aos fados" e "Desfado" fizeram parte do final deste concerto. E com um dos temas mais conhecidos "Fadinho serrano" de Hernani Correia e celebrizado pela diva do fado, Amália Rodrigues, encerrou o concerto.
Até dia 25 Ana Moura actua no Coliseu dos Recreios, no dia seguinte estará no Coliseu do Porto.
A digressão europeia começa em Genebra dia 31. Em Fevereiro a fadista actuará na Suiça, na Alemanha, em França, terminando em Espanha esta primeira etapa.

Os Estados Unidos e Canadá receberão a artista a partir do dia 28 de Fevereiro e até dia 06 de Abril, altura em que regressa à Europa para mais actuações no reino Unido, França, Luxemburgo, Bélgica e termina a 11 de Maio em Eindhoven (Holanda).

Nenhum comentário:

Postar um comentário