13 de dezembro de 2012

« valha-nos isto , uma exposiçãozita de kuando em kuando para nos recordar k temos um presidente da República ...


Museus

Aníbal Cavaco Siva inaugura exposição " E um filho nos foi dado "
Na tradiconal exposição natalicia do Palácio Nacional de Belém, este ano será a consagração dos vastos tesouros artísticos do Baixo Alentejo.
Esta exposição apresentará quase uma centena de obras de arte, provenientes de museus, igrejas e colecções particulares, permitindo traçar uma panorâmica da riqueza patrimonial do actual território da diocese de Beja, a segunda mais vasta do país.

Uma viagem no espaço mas também no tempo, já que se estende ao longo de um vasto arco cronológico, desde o século XV à actualidade, tendo como fio condutor um tema central da antropologia do Sagrado: a Encarnação.

Uma realidade espiritual, mas também profundamente humana, aqui glosada por um notável conjunto de manifestações artísticas que inclui muitas peças nunca antes mostradas ao público ou nunca antes saídas do seu contexto habitual.

Segundo o director do Departamento do Património da Diocese de Beja e comissário da exposição, José António Falcão, esta mostra "dá a primazia à vivência comunitária da devoção ao Deus Menino, sinal da identidade de uma região que se orgulha das suas tradições natalícias, mas propõe uma reflexão mais alargada em torno do diálogo da cultura com a religião".
A arte sacra do Alentejo constitui um dos valores patrimoniais mais apreciados da região e tornou-se, inclusivamente, uma alavanca ao serviço do desenvolvimento local.
Entre pinturas, esculturas e as artes decorativas, é um pouco a síntese deste trabalho, que agora se dá a conhecer ao público nesta exposição natalícia no Palácio de Belém.

Um percurso que vai de Adão e Eva, tema de um prato medieval para a recolha de esmolas, até à Anunciação do anjo a Maria, ao nascimento de Jesus, em Belém, e à sua infância em Nazaré.

Enunciam-se, assim, sucessivas narrativas que, face ao silêncio dos Evangelhos reconhecidos pela Igreja, foram largamente desenvolvidas pelos outros Evangelhos, os Apócrifos.

Esta exposição será inaugurada pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, no próximo dia 14 de Dezembro e pode ser visitada até dia 14 de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário