3 de dezembro de 2012

Museus

Museu Nacional de Arte Antiga promove a exposição “ Arquitectura Imaginária ”

A nova exposição do museu tem como objectivo "repensar a arquitectura enquanto território utópico e conceptual (...) capaz de contaminar as várias disciplinas artísticas", indica a nota do museu.
Nesta mostra estarão reunidas cerca de 150 obras de pintura, de escultura, de desenho, de ourivesaria, de têxteis e de artes decorativas, provenientes do acervo do MNAA e de outras colecções, públicas e privadas, num período cronológico que vai desde o século XIV até à actualidade.

Entre a sua maioria, estão expostas obras que têm um vínculo muito ligado à religião e especialmente a Jesus Cristo, num trajecto que se assemelha a uma narrativa organizada geometricamente e onde a arquitectura nos é apresentada muitas vezes como uma metáfora, ou enquanto ideia, enquanto autoridade, enquanto ordem, a microarquitectura e até mesmo a arquitectura imaginária.

Quadros, mantos de abadessas e outros norbes, custódias e até relicários com resquícios dos trajes dos santos.

Tudo pode ser encontrado nesta nova exposição, não se limitou a arquitectura àquilo que estamos habituados a conhecer dela, expandiu-se e recriou-se para fazer cada um repensar a sua ideia de arquitectura.

O Museu Nacional de Arte Antiga mostra também a sua capacidade em aproximar-se da contemporaneidade conjugando no mesmo espaço objectos passados e LCDs que trasmitiram vídeos sobre questões daquele domínio.Na última sala, estará a gigante e belíssima tapeçaria de Latona que conviverá no mesmo espaço com quadros ficcionais onde os espaços pintados se misturam com a imaginação do pintor e novos cenários são criados de uma forma meramente teatral, ou então quadros de tectos e claraboias, que dão uma noção de prespectiva aérea.

Por fim, nessa mesma última sala serão transmitidos nos LCDs três filmes que pretendem completar e aproximar a temática da exposição ao nosso tempo. Portugal dos Pequeninos, o mundo português e a Expo 98 são os títulos dos vídeos que integram e encerram esta exposição que estará aberta ao público até dia 30 de Março de 2013, no piso 0 do Museu Nacional de Arte Antiga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário