25 de novembro de 2012

Livros

Paulo Camacho escreve “ Memórias e emoções de um repórter de guerra ”
Neste seu livro, com chancela da Oficina do Livro, Paulo Camacho conta 12 histórias ocorridas nos seus 28 anos de jornalismo, dando vida às suas reportagens sobre conflitos armados, guerras, invasões e o que de pior se passa no mundo.

Quando ao serviço da BBC, Expresso e SIC, Paulo Camacho fez a cobertura de uma grande parte dos conflitos que se desenrolaram no mundo na década de 80.
Esteve em Bagdad no início das duas guerras do Golfo, várias vezes na guerra civil angolana, na guerra civil de Moçambique, no caos da Somália, nos confrontos da África do Sul depois da queda do apartheid, na guerra do Congo/Zaire quando o ditador Mobutu foi afastado, nos ataques israelitas ao Líbano ou na queda dos regimes do Bloco de Leste, como na Roménia e Checoslováquia.
Em “Memórias e emoções de um reporter de guerra”, Paulo Camacho partilha memórias e emoções desses tempos, e ainda a forma como se tentou defender emocionalmente de situações extremas como por exemplo ver crianças morrerem.

Paulo Camacho, em 1959, no Funchal. Quando tinha 20 anos deixou o Direito e resolveu começar a trabahar em jornais.

Passou pela A Capital, Tempo, A Tarde, Rádio Comercial e RTP, foi contratado pela BBC.

Durante os cinco anos que viveu em Londres, foi correspondente da Agência ANOP, da Rádio Renascença e do Expresso, em cujos quadros entrou no regresso a Portugal.

Foi co-fundador da SIC, onde permaneceu até 2007, tendo exercido funções de coordenador de informação, editor de internacional e apresentador de telejornais. É actualmente director de comunicação da ZON Multimédia.
“Debaixo de Fogo” é o seu primeiro livro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário